No Dia Mundial de Combate ao Câncer, especialista fala como identificar a doença de forma precoce e dá dicas de hábitos saudáveis

5
No domingo (8) foi comemorado Dia Mundial de Combate ao Câncer. Para a chefe do serviço de oncologia do Hospital Napoleão Laureano, Dra. Dalva Guedes Arnaud, alguns pontos acerca da doença que, segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar (Inca), estima que 9.430 pessoas sejam diagnosticadas com a doença na Paraíba merecem atenção.

A médica oncologista explica que o carcinogênese, conforme é chamado o câncer, é um processo altamente complexo do qual participam fatores de risco herdados e fatores de risco ambientais, como alimentação, o tabagismo, a ocupação e a exposição à radiação e agentes químicos. Além disso, esclarece que há como diminuir os riscos de câncer. “Hábitos como não fumar, saber escolher os alimentos com fibras, legumes, cereais integrais, grãos e com pouca gordura podem contribuir para redução de risco da doença”, disse.

Outras orientações da Dra. Dalva Arnaud, estão relacionadas à prática de atividade física e peso adequado. “As pessoas também precisam estar atentos às questões de exposição excessiva ao sol, evitar o consumo de álcool, as radiações e agentes químicos”, esclarece.

Dra. Dalva Arnaud falou ainda sobre a importância da obtenção de um diagnóstico precoce. “A identificação prévia da doença é um fator fundamental para iniciar o tratamento, aumentando, consequentemente, as chances de sucesso. A melhor forma de garantir o diagnóstico na fase inicial de um câncer é investir nesses exames chamados preventivos e de rastreamento”, falou.

A oncologista explicou que o câncer também pode ser uma doença genética. “O câncer pode ser hereditário, isso quando uma pessoa nasce com alterações ou mutações em uma cópia de um gene de controle de danos que normalmente protege contra o câncer, geralmente essas alterações são herdadas da mãe ou pai. Porém, é preciso lembrar que nem todas as pessoas que nascem com uma alteração num gene desenvolverão a doença”, finalizou.

Dia Mundial de Combate ao Câncer – Criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a data foi idealizada para que instituições ao redor do planeta se reúnam em prol da prevenção dos vários tipos de câncer, além de dar força aos pacientes que lutam contra esta doença.  De acordo com dados da OMS, aproximadamente 30% das mortes provocadas pelo câncer poderiam ter sido evitadas, caso o paciente tivesse feito diagnóstico prematuramente, ou com ações preventivas para garantir hábitos mais saudáveis.

Assessoria de Imprensa
Múltipla Comunicação
(83) – 99150-1127
(83) – 98848-5740

Comments are closed.