ALPB lança livro sobre história do Poder Legislativo

aA Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou o lançamento do livro/álbum “Breve História do Legislativo Paraibano” nesta quarta-feira (27). A publicação de 220 páginas, ricamente ilustrada, revisita por meio de documentos e imagens importantes os mais decisivos momentos da vida política do País e do Estado, principalmente a partir da criação do parlamento nacional, em 1823, e da Assembleia Estadual, instalada em 1835. 

Na abertura do evento o presidente do Poder Legislativo, deputado Ricardo Marcelo (PEN), explicou que o lançamento da publicação foi para permitir que, geração após geração, mais pessoas saibam quais os fatos e personagens marcaram o passado, ajudaram a construir o presente e apontaram horizontes futuros.

O presidente Ricardo Marcelo, que estava acompanhado da presidente da Associação de Promoção do Poder Legislativo (APPL), Crisneilde Rodrigues, e que também colaborou com a pesquisa, afirmou que este é um trabalho que terá continuidade. “É o início de um trabalho, pois com certeza vamos resgatar ainda mais a história viva do nosso Legislativo e da política da Paraíba para que a população tome conhecimento da real essência. Foram pesquisas realizadas cuidadosamente e cada vez mais queremos nos aprofundar. O trabalho foi satisfatório e dignificante para todos”, ressaltou o parlamentar.

O trabalho, realizado em conjunto pelos setores de Cultura e Comunicação, é dividido em oito capítulos que tratam da evolução política e do processo eleitoral desde os tempos do Brasil Colônia até os dias de hoje. “Este livro é um esforço que se iniciou com o Memorial da ALPB, pois quando fizemos a pesquisa do fomos acumulando uma série de documentos importantes e uma compreensão da construção do Legislativo. Então, como trabalhamos de forma concatenada com a diretoria de comunicação chegamos a este resultado, pois é necessário socializar a pesquisa”, explicou a diretora do Memorial, Cida Lobo.

Segundo a diretora de Comunicação da Casa, Beth Torres, a pesquisa que foi construída ao longo de cinco anos envolveu muitas pessoas que contribuíram para a finalização do processo. “Durante as pesquisas tivemos fontes oficiais e a grande ajuda do Memorial que colaborou totalmente no resgate deste material. Fizemos restauração de fotos e tudo foi muito pensado, pois nós precisávamos deste resgate da história”, concluiu.

A equipe produtora do álbum foi composta por Carlos César, Maria Miranda, Agnaldo Almeida, Cássio Murilo, Zé Maria Andrade, Jurandir Miranda, Luis Sérgio Batista, além de Cida Lobo, Beth Torres e Nonato Guedes, que contou sobre o processo de elaboração. “Fizemos uma pauta prévia para tentar estabelecer uma conexão entre os ciclos vivenciados pelo Legislativo Estadual com as conjunturas nacionais, pois havia uma relação entre as situações. Em minha opinião é um dos documentários mais completos já produzido na Paraíba sobre a história deste Poder”, disse Nonato.

A solenidade teve a presença de alguns parlamentares que são parte da história relatada na obra, a exemplo do ex-deputado Waldir dos Santos Lima, que foi presidente da Assembleia no período de 1965 a 1975. “Fui presidente logo no primeiro mandato e fui o mais jovem de todos. Tive a oportunidade de conviver com pessoas ilustres e marcantes. Foi uma fase interessante, pois peguei a fase da revolução de 64, mas a fase posterior, então por isso não tive dificuldade nem interferência no trabalho que executamos”, ressaltou o ex-parlamentar.

O ex-deputado Assis Camelo também tem relatos da sua atuação na história da ALPB. “Tenho histórias muito marcantes. Viemos em um período revolucionário onde o Governo do Estado tinha um poder absoluto sobre a maioria das Assembleias. Era uma oposição muito aguerrida e vigilante e nós do governo tínhamos muita preocupação em rebater as acusações que transformava nossos debates ricos e efervescentes. Sinto muita saudade da história que agora está contada neste livro”, destacou.

O evento contou com a participação dos parlamentares e ex-deputados, além de autoridades como o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), desembargador Marcos Cavalcanti; os desembargadores Oswaldo Trigueiro do Valle e Arnóbio Alves Teodósio; o procurador da ALPB, Abelardo Jurema; O representante da Controladoria Geral do Estado, Luzemar Martins; o vice-reitor da UEPB, Etan Barbosa;  servidores da Assembleia e representantes da sociedade em geral.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo