Assembleia derruba veto e aprova Projeto de Lei que obrigado a presença de equipe médica em competições paraolímpicas no estado

A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou o projeto de Lei nº 179/2019, de autoria da deputada estadual Cida Ramos (PSB), que dispõe sobre a obrigatoriedade da presença de equipe médica e técnica com ambulância, em competições oficiais de atletas paraolímpicos, realizados no estado da Paraíba. A iniciativa havia recebido veto total do Governo do Estado e foi aprovada por unanimidade na manhã desta terça-feira (3).

A deputada Cida Ramos argumentou que o projeto de lei foi fundamentado a partir de diversas reivindicações de atletas e familiares. “Estamos tratando de algo fundamental, que diz respeito a inclusão social das pessoas com deficiência. O objetivo do projeto é dar oportunidade a atletas paraolímpicos de terem a certeza de contar com uma equipe médica qualificada, caso haja alguma necessidade. Fico feliz que o projeto tenha sido aprovado. O esporte em geral tem apoio e patrocínio de grandes empresas, mas o esporte paraolímpico precisa de estímulo e que o Estado o incentive. Ampliar o esporte inclusivo é essencial para tornarmos os desiguais iguais. É uma iniciativa mínima, mas muito importante”, destacou.

Sessão Especial

A parlamentar também pontuou que aprovou um requerimento de Sessão Especial, para homenagear os paratletas paraibanos, medalhistas nos jogos Parapan-Americanos, realizados em Lima, no Peru. “Essa é uma singela forma de prestar homenagem aos nossos atletas que conquistaram importantes medalhas e tiveram um alto rendimento nas competições. A nossa luta para vivenciar um mundo mais inclusivo não é fácil, mas precisamos mostrar, todos os dias, que mesmo com diferenças, somos iguais. A vitória deles serve, sobretudo, para rompermos com estigmas e reafirmarmos que a nossa capacidade está na superação de qualquer obstáculo”, afirmou Cida.

O Brasil sai dos Jogos Parapan-Americanos 2019 com saldo positivo. O país fez história no torneio, conquistando 308 medalhas, ficando na primeira colocação no ranking. E a Paraíba contribuiu diretamente com essa conquista. Todos os representantes do estado retornaram com medalhas. No total, os 11 paraibanos que participaram da competição conquistaram nove ouros, uma prata e um bronze para o Brasil. O esporte de maior destaque do país nos jogos foi o atletismo. Com 82 medalhas, a modalidade representou mais de 25% das conquistas na competição.

Atletas paraibanos medalhistas

O atleta Petrúcio Ferreira conquistou ouro nas provas de 100m e 400m rasos e ainda trouxe uma prata no revezamento 4 por 100m. Outros paraibanos que chegaram ao topo foram Ariosvaldo Fernandes (na corrida com cadeira de rodas), Cícero Valdiran (no lançamento de dardos), a dupla Luan Lacerda e Mateus Costa (no futebol de cinco), Silvana Cardoso (no taekwondo), a dupla Émerson Silva e José Roberto (no goallball), Agtônio Dantas (no vôlei sentado) e Maria Luzineide (no halterofilismo). E o bronze foi conquistado por Ailton de Andrade, no halterofilismo.

Ascom

Foto: Google

 
Comments are closed.