Assembleia lança Prêmio de Jornalismo

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) lançou, na manhã desta terça-feira (10), o prêmio ALPB de Jornalismo. O lançamento aconteceu durante café da manhã para jornalistas no Classe A Recepções, em João Pessoa.

A finalidade do prêmio é incentivar a divulgação das leis e como elas podem e são aplicadas no dia a dia da população. O lançamento foi realizado pelo presidente do Poder Legislativo, deputado Ricardo Marcelo (PEN).

“Esse prêmio é o reconhecimento da Casa ao jornalismo paraibano e um incentivo para que a categoria continue a exercer o papel, que é de fundamental importância, na divulgação com excelência de tudo o que acontece na Paraíba. Vislumbrando esse propósito de contribuir ainda mais com a classe jornalística tivemos a iniciativa”, disse o presidente.

O tema escolhido para essa primeira edição do prêmio foi “Aplicação das leis produzidas pela Casa de Epitácio Pessoa”. Os materiais enviados para concorrer terão que destacar como a legislação interfere na vida das pessoas e colabora para assegurar direitos essenciais.

Segundo a coordenadora de Comunicação da Casa, Beth Torres, serão premiadas as matérias que melhor abordarem o assunto.

“O nosso intuito principal é fazer com que as pessoas tenham conhecimento da produção de leis da Assembleia Legislativa. Como o jornalista tem o papel fundamental de levar informação, vai contribuir para a divulgação das propostas. As matérias podem ser produzidas em qualquer área e não só pelas pessoas que fazem a cobertura da ALPB”, disse Beth Torres.

Jornalistas e parlamentares participaram do café da manhã, onde foram explicados pontos do regulamento, entre temas, categorias e inscrições.

“A Casa está de parabéns, pois é muito bom destacar o trabalho jornalístico através de um prêmio, com a divulgação de um jornalismo de qualidade”, elogiou o deputado Branco Mendes (PEN).

“Este prêmio é um presente para todos os jornalistas que trabalham com tanta dedicação para informar a sociedade, além de ser uma ótima oportunidade para a divulgação de leis que beneficiam o povo paraibano”, acrescentou o deputado Toinho do Sopão (PEN).

Categorias – O prêmio é dividido nas categorias de jornalismo impresso, telejornalismo, radiojornalismo, webjornalismo e fotojornalismo. No caso de série jornalística, em qualquer categoria, o material terá que ser dividido em matérias distintas, e ter inscrição individual para cada matéria.

“Percebemos a preocupação da gestão em valorizar a imprensa com este prêmio, e assim vamos divulgar tantas leis que contribuem para a vida das pessoas”, disse o deputado Assis Quintans (Democratas).

As matérias que concorrerão ao Prêmio ALPB de Jornalismo devem ter sido veiculadas no período de 20 de novembro de 2013 a 20 de novembro de 2014 na imprensa paraibana. Não podem concorrer materiais produzidos por pessoas que não tenham registro profissional na área; ou profissionais que trabalhem na Casa.

Cada participante poderá inscrever até três matérias que podem ser em diferentes categorias ou na mesma categoria.

Estudantes – Nessa edição do prêmio, também haverá espaço para os estudantes de Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo e Radialismo, concorrerem em categorias diferentes.

Texto: Alexandre Kito
Fotos: Juliana Santos
 
Comments are closed.