Canvalescentes: travesseiro pode ser um bom companheiro

Postura correta e travesseiro adequado são aliados do período de recuperação

Qualquer doença, principalmente aquelas que comprometem mais fortemente o organismo, é acompanhada de um período de convalescença, no qual se recuperam forças e as funções básicas voltam ao normal. Apesar de ser indispensável, o período de recuperação pode desmotivar e entristecer, já que, a permanência em casa, nessas condições, acaba sendo encarada como um momento desconfortável e improdutivo.

Para que a recuperação seja satisfatória, é necessário seguir a risca as recomendações médicas, evitando esforços físicos ou qualquer tipo de movimento que possa impactar negativamente na saúde. Desse modo, é comum que o convalescente passe boa parte do dia acomodado na cama. Nestas horas, uma boa companhia é sempre bem vinda. Então, que tal apostar em um gostoso e confortável travesseiro?

Para Renata Federighi, consultora do Sono da Duoflex, manter alguns cuidados na hora do descanso colaboram, e muito, na eficácia do processo de recuperação. “Um travesseiro adequado ao biótipo de cada pessoa e de suporte apropriado faz com que a postura de descanso favoreça a anatomia fisiológica da coluna, além de evitar torções e inflamações dos tecidos, que podem ser extremamente prejudiciais para o indivíduo, sobretudo, na condição de convalescente”, alerta.

Mas, e quanto à posição correta na hora de deitar? De acordo com Renata, a posição mais indicada é a de lado. Tanto faz se do lado direito ou esquerdo, o mais importante é a coluna estar alinhada. Nesta posição, deve-se usar um travesseiro para apoio da cabeça, em uma altura que se encaixe perfeitamente entre ela e o colchão, formando assim, um ângulo de 90 graus no pescoço. Os joelhos deverão estar preferencialmente semiflexionados, com um travesseiro entre eles. “É importante ressaltar que, dependendo do tipo de convalescença, o médico pode orientar uma nova postura e mudança de posição a cada duas horas, a fim de contribuir para a comodidade e o conforto do paciente e evitar a formação de escaras”, explica a especialista.

A consultora ainda acrescenta que, mesmo no período de recuperação, é importante não alterar a rotina e dormir sempre no mesmo horário. Além disso, algumas atividades leves são recomendadas para evitar que o dia permaneça ocioso. “Ler, ouvir música ou assistir televisão são ótimos para essa fase, sempre lembrando, é claro, da postura correta e de um bom travesseiro”, ressalta.

Quando se trata de travesseiro, o modelo NASA, desenvolvido pela Duoflex, destaca-se por possuir propriedade terapêutica, proveniente da espuma viscoelástica. “O produto é automoldável e antipressão, o que faz com que se adapte mais facilmente ao contorno do corpo, exercendo menos pressão nas áreas mais quentes e salientes, facilitando a circulação sanguínea e prevenindo a formação de escaras. Além disso, possui capacidade de absorção do peso e distribuição equalizada da pressão exercida pelo corpo, fazendo com que assuma a propriedade de retorno lento ou memória, agindo como um verdadeiro amortecedor e gerando maior conforto para os indivíduos acamados”, explica Renata. Por conta de sua propriedade terapêutica, a espuma viscoelástica é também muito utilizada em colchões, estofados, almofadas, dentre outros. 

Sobre a Duoflex

Empresa 100% nacional, a Duoflex está presente há mais de 20 anos no mercado. Lançou com exclusividade no Brasil a espuma especial viscoelástica NASA, além de ter sido a primeira empresa da América do Sul a fabricar travesseiros Natural Látex e a única a produzir os travesseiros de Altura Regulável. Site: www.duoflex.com.br

 

Suênia Cardoso
Assessora de Imprensa
suenia.moraes@dezoitocom.com.br I www.dezoitocom.com.br
Tel: (11) 3674-4400 Ramal: 4428 / (11) 3674-4419 Direto

Cel: (11) 95954-8011

Load More Related Articles
Load More By edsolza
Load More In Curiosidades
Comments are closed.