CMCG vai realizar Audiência Pública para discutir a extinção da CDRM/PB

unnamedO presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereador Pimentel Filho (PROS), deu entrada em um requerimento para realizar uma Audiência Pública aonde será discutida a extinção da CDRM/PB, promovida pelo Governo do Estado, e que faz parte da reforma administrativa do governador Ricardo Coutinho (PSD). A ação de extinção tem gerado discussão porque há poucos meses a companhia recebeu equipamentos e foi citada como positiva pelo representante do Ministério de Recursos Hídricos, além de ter uma longa historia de bons serviços prestados, em Campina Grande, região e os municípios paraibanos no combate à seca, e nas alternativas de recursos hídricos.

O presidente da CMCG entende que a população deve ser ouvida através de audiências públicas e discussões para orientar as propostas de mudanças que pegou de surpresa a zona rural paraibana.

A CDRM/PB tem sua marca e respeito nas ações de minimizar as consequências da estiagem com base no monitoramento realizado pela companhia em toda a Paraíba, com estudos e trabalhos de perfuração de poços em todas às regiões do Estado, no sentido de amenizar os problemas.

O Governador Ricardo Coutinho entregou, em setembro de 2014, em Campina Grande, o primeiro lote de máquinas para perfuração e instalação de poços com seis caminhões, duas perfuratrizes, dois compressores de ar portáteis, dois munks, dois conteiners para alojamento, dois tanques “pipa” e ferramental. Segundo informações, foram investidos R$ 5,2 milhões, por meio de parceria entre o Governo do Estado e o Ministério da Integração Nacional.

Na oportunidade o coordenador de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração, José Luiz de Souza, disse que a Paraíba foi o primeiro estado do país a receber as perfuratrizes, graças a um esforço da CDRM.  José Luiz, ainda acrescentou “Estamos felizes em cumprirmos na Paraíba a nossa missão de levar água e produzir mecanismos de convivência com a seca”.

A Câmara Municipal de Campina Grande, atenta aos acontecimentos e em busca de uma explicação, para resposta aos anseios da população, pincipalmente o homem do campo, irá realizar uma audiência Pública. Segundo vereador Pimentel, “a CDRM é um patrimônio do homem do campo e não medirei esforços para mantê-la em Campina Grande. Uma companhia com mais de 40 anos servindo a zona rural não pode ser extinta. A CDRM/PB atende a nossa região semiárida, e há poucos meses foi vista como uma importante ferramenta do Governo no combate à seca”, disse.

Load More Related Articles
Load More By edsolza
Load More In Política
Comments are closed.