Coletânea analisa conjuntura político-midiática do país

catsA coletânea Mídia e Política: estudos sobre a democracia e os meios de comunicação no Brasil, editado pela Anita Garibaldi, reúne 14 artigos organizados por Vera Chaia, professora da PUC-SP e coordenadora do Núcleo de Estudos em Arte Mídia e Política (Neamp); Cláudio Coelho, docente da Fundação Cásper Líbero; e Rodrigo de Carvalho, jornalista e doutorando em Política pela PUC-SP. “A obra faz um balanço, em termos de pesquisa, do que acontece nas áreas de comunicação e política. Todos os artigos são caracterizados por um estudo de conjuntura,” ressalta Vera Chaia.

Em seu texto, “Escândalos Políticos e Eleições no Brasil”, ela analisa as coberturas das campanhas eleitorais de 2006, 2010 e 2014. A docente desvenda que, nestes pleitos, surgiram escândalos capazes de desestabilizar candidaturas e políticos. “O que impressiona são as características deflagradoras e o resultado dos escândalos, com potencial para destruir uma carreira política e desorganizar um processo eleitoral,” destaca.

No artigo “A morte de Eduardo Campos e o espetáculo político-midiático na construção do líder político”, as autoras Carla Montuori Fernandes e Genira Chagas avaliam a forma como o espetáculo produzido em torno da morte de Eduardo Campos (PSB), candidato presidencial nas eleições de 2014, contribuiu para elevá-lo a líder político. Elas também verificaram que a imagem do candidato, veiculada pela mídia, foi absorvida pelo Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral de Marina Silva, então vice de Campos na chapa composta pelo PSB.

O artigo “Lideranças políticas brasileiras: prólogo metodológico para uma caracterização histórica”, escrito por Cristina Maranhão, Rafael Balseiro Zin, Rodrigo Estramanho de Almeida e Tathiana Senne Chicarino, estabelece tipologias e desenvolve conceitos, que contribuem para definir os parâmetros de compreensão do fenômeno da ‘liderança política’. “Esse trabalho permite que a leitura de fatos e nomes importantes da história brasileira seja de compreensão das ciências sociais,” assinalam os autores.

Tathiana também assina o artigo “A Revista Veja: uma reflexão acerca dos pilares de um projeto político-midiático em processo de radicalização conservadora”, em que analisa o discurso do semanário entre os anos de 1974 e 1985, observando as diretrizes tomadas no período final do Regime Militar.

Deysi Cioccari, autora de “Dilma Bolada ou Dilma Rousseff: quem é a diva da nação?”, analisa a página da personagem no Facebook, em contraponto com o perfil  da presidente sob perspectivas da sociedade do espetáculo. Dilma Bolada se intitula a “diva da Nação brasileira.” Segundo a autora, a linguagem, sempre atual, auxilia para a construção da imagem da presidente.

O livro Mídia e Política reúne estudos de pesquisadores das áreas de Comunicação e Política, vinculados a importantes instituições de ensino superior, entre as quais a PUC-SP, Cásper Líbero, Unip, Unesp, Unifesp, UFPB, cujas pesquisas buscam revelar as formas como o entrelaçamento entre essas duas áreas produzem fatos que envolvem nossa vida cotidiana.

Os demais artigos do livro são:

  • “Jornalismo e Política na Sociedade do Espetáculo: a Folha de S. Paulo e a Legitimação da Ditadura”, de Cláudio Novaes Pinto Coelho
  • “A Democracia no Brasil”, de Rodrigo de Carvalho
  • “Questões sociais e discurso político eleitoral”, de Vanderlei de Castro Ezequiel
  • “A sedução do lulismo: imagens e leituras de Lula na Sociedade do Espetáculo”, de Gilberto da Silva
  • “Lula: carisma e poder: uma abordagem a partir de estudos sobre liderança carismática, de Max Weber”, de Jaime Carlos Patias
  • “Carta Capital e Veja – nas eleições presidenciais de 2014”, de Vivian Santana Paixão
  • “O humor na construção e desconstrução da liderança: uma análise das charges de Dilma Rousseff nos cem primeiros dias de governo”, de Silvana Gobbi Martinho e Toni D’Agostinho
  • “Os movimentos sociais e a internet: a apropriação política do Facebook durante as Jornadas de Junho”, de Rosemary Segurado, Natasha Bachini e Pedro Malina;
  • “Das residências aos gabinetes: o uso da internet influenciando a gestão pública no Brasil”, de Marcelo Burgos Pimentel dos Santos, Claudio Luis de Camargo Penteado e Rafael de Paula Aguiar Araújo.

Mídia e Política: estudos sobre a democracia e os meios de comunicação no Brasil
Data: 19 de outubro de 2015
Horário: 19 horas
Local: Livraria Martins Fontes – Av. Paulista, 509 – São Paulo (SP)

Mais informações para a imprensa:
Pluricom Comunicação Integrada®
Elizandra Hengles | 
elizandra@pluricom.com.br
Gabriel Capucho | capucho@pluricom.com.br
Bianka Saccoman | bianka@pluricom.com.br
Fone (11) 3774-6463 | pluricom@pluricom.com.br | www.pluricom.com.br | www.twitter.com/pluricom

Load More Related Articles
Load More By edsolza
Load More In Política
Comments are closed.