Congresso Universitário Festival de Artes prossegue com mostras competitivas de artes cênicas e exposição

aRevelando talentos e descobrindo a força das artes dentro da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), o 1º Festival Universitário de Artes (FUA) está tendo prosseguimento nesta quarta-feira (4), com a realização das mostras competitivas e convidadas de artes cênicas, além de exposição de artes plásticas. 

Na primeira grande atividade do evento, pela manhã, duas companhias se apresentaram no Hall do Centro de Integração Acadêmica, em Bodocongó, abrindo a mostra competitiva. Diante de uma plateia formada por alunos e professores, se apresentaram a Companhia de Dança Raízes, com o espetáculo “Cangaço, retratos de uma existência”, e o Grupo de Dança Let´s Go, com o espetáculo Shine, que retrata aspectos da dança de rua.

Paralelo a essa atividade, foi aberta ao ar livre, em um espaço localizado por trás do curso de Odontologia, no CCBS, uma exposição permanente de artes. No total, 15 artistas – a maioria estudantes da UEPB – estão expondo seus trabalhos. São telas nos mais diversos estilos e retratando várias situações, que estão sendo avaliadas pelo público que tem prestigiado o evento.

De acordo com o estudante Alexandre Negreiros, o público que prestigiar a mostra pode votar e escolher os melhores trabalhos. Os quatro melhores colocados receberão uma premiação. Participam da mostra os artistas Petrus Vinícios, Thaynara Negreiros, Jardel Antônio, Valquiria Azevedo, Marília Muniz, Joheel Rodrigues, Alexandre Negreiros, Ana de Morais, Hérvilla Rayane Costa, Fabiana Gomes, Jorge Elô, Luiz Ricardo, Antônio Marcos, Erica Souza e Rumennig Tavares.

A convite do professor José Pereira, pró-reitor de Cultura da UEPB, os artistas plásticos Hermógenes Araújo, Dilson Rocha e Sadrak Soares, estão expondo suas obras talhadas em barro, cerâmica e argila, como também em material reciclado, no Hall da Central de Aulas. A exposição se estende durante todos os dias do Congresso. No total mais de 100 peças retratando aspectos da cultura nordestina estão expostas. O destaque fica por conta de algumas peças que os artistas confeccionaram a partir do uso de material reciclável. (Ascom)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo