Conselho Municipal de Cultura já é realidade em Lagoa Seca

a1Uma reunião realizada na última segunda-feira (30), com todos os artesãos, líderes de comunidades, músicos, estudantes e diversos segmentos da sociedade civil e do poder público marcou a criação do Conselho Municipal de Cultura, – órgão consultivo, normativo e fiscalizador da Administração Municipal no setor cultural.

Dividida em duas partes, a reunião trabalhou como eixo central as diretrizes propostas para secretaria de cultura, Plano Municipal de Cultura e a Programação do Dia Nacional da Cultura que será comemorado no dia 05 de novembro em diversos pontos da cidade de Lagoa Seca.

De acordo com o Projeto 185/2013, o conselho municipal é integrado oficialmente por 13 membros titulares, mais 13 membros suplentes representantes de diversas secretarias municipais e entidades que têm vínculo com a atividade cultural do município.

Foram escolhidos pelo Prefeito José Tadeu, o diretor do Decom Rodolpho Raphael, o Secretário de Administração, Geovaneto Vilar, o Assessor Cultural Ulisses Santos, o Assessor técnico da SECULT, Josafá Paulino e a Professora Rivailda Santos.   Pelo Legislativo Municipal, foram escolhidos os vereadores Maycon Diego e Iran Stênio, enquanto Fabiano Santos, Martinho Araújo, Ideval Dantas, Rafael Campos e Maria do Socorro Aquino foram eleitos pelos que estavam presentes.

Ao final, uma nova votação foi realizada, desta vez para escolha do presidente, vice-presidente e secretário respectivamente. Foram eleitos Ulisses Santos, Fabiano Santos e o vereador Diego do Veleiro.

O Assessor cultural Ulisses Santos no ato de sua posse como presidente relembrou o quanto a classe artística conquistou com a implementação do conselho tão almejado, ressaltando a importância dessa conquista para a cultura local, que enfim com um conselho coeso, um regimento interno que será aprovado em breve  e com uma diretoria formada por membros dispostos a lutarem por um desenvolvimento comum na construção de um município com a sua cultura preservada e atuante, lembra que estes são ainda os primeiros passos de uma caminhada rumo ao futuro cultural tão sonhado por nossos artistas.

“Mais uma etapa vencida, com a posse da diretoria e a discussão do regimento interno de nosso conselho, mostrando que nossa Estância caminha para enfim se adequar aos municípios com uma política cultural atuante e muito mais participativa”. Finalizou o Presidente do Conselho Municipal de Cultura Ulisses Santos.

Assessoria

 
Comments are closed.