Edição 2020 do Comunicurtas UEPB será lançada em julho no Festival de Cinema do Meio do Mundo

Bodas de cristal para um dos festivais de cinema de maior longevidade na Paraíba. Completando 15 anos, o
Festival Audiovisual de Campina Grande – Comunicurtas UEPB promete uma edição especial este ano,
mesmo em tempos de pandemia. O evento, que divulga, incentiva e premia as produções audiovisuais da
Paraíba e outros estados, será lançado oficialmente dentro da programação do Festival de Cinema do Meio
do Mundo (Festcimm), que será realizado em formato on-line, de 9 a 11 de julho.

O Festcimm – Edição Garanhuns terá como uma das novidades, este ano, o Prêmio Comunicurtas 15 anos.
Os trabalhos vencedores serão premiados com o Troféu Machado Bittencourt. A exemplo do Comunicurtas,
o Festcimm tem caráter independente, cultural e educacional, com filmes de curta metragem (nacionais e
internacionais), proporcionando encontros, reflexões e trocas entre realizadores, fomentando o cenário
local e colocando o público em contato com obras de diversos países e estados brasileiros em um formato
pouco difundido nos cinemas, que se destaca pela inventividade e diversidade de temas e abordagens
estéticas.

Em sua segunda edição, o Festcimm realizará mostras competitivas e não competitivas, oficinas, debates,
webinários além das premiações (Prêmio Comunicurtas 15 anos, Prêmio Criancine e o Prêmio Seu Zé de
melhor filme). O público apreciador da sétima arte poderá assistir as exibições dos filmes gratuitamente e
votar nos seus favoritos, através do site https://festcimm.com.br/ . Também será possível acompanhar todo
o festival em tempo real pelas redes sociais através do Instagram ( https://www.instagram.com/festcimm/ ),
Facebook ( https://www.facebook.com/FestcimmGaranhuns/ ) e no YouTube
( https://www.youtube.com/channel/UCLQZeNX160GSssh1tmizm2g ).

Coordenador geral do Festcimm, o cineasta Tiago A. Neves explica que o festival nasceu em Diadema, São
Paulo, com a proposta de espalhar redes de festivais pelo Brasil. A edição de Garanhuns será a primeira no
Nordeste. A ideia inicial era realizar um festival em espaço físico, mas, devido à pandemia, a coordenação
resolveu realizar o evento no formato on-line. Tiago ressalta que o Festcimm tem caráter internacional,
visto que profissionais do Brasil e do exterior vão exibir seus filmes e produtos no evento.

O coordenador geral do Comunicurtas, jornalista Hipólito Lucena, destaca as parcerias e iniciativas que o
festival tem realizado com diversos festivais, a exemplo do Festcimm, como forma de movimentar a
indústria audiovisual, mesmo nos tempos de crise causada pelo novo coronavírus. Ele cita como exemplo os
festivais itinerantes, com destaque para o Festival de Cinema de Rua de Remígio, realizado este ano de
forma on-line e que alcançou um sucesso estrondoso.

Consolidado e aguardado com muita expectativa por diretores, atores, produtores, público e demais
integrantes da indústria audiovisual, o Comunicurtas 2020 deve acontecer de 30 de novembro a 2 de
dezembro. Os detalhes da edição especial, assim como os nomes dos homenageados, serão conhecidos
pelo público após a publicação do Edital. Hipólito enfatiza que a pretensão é realizar o Comunicurtas nos
mesmos moldes das edições anteriores, inclusive com as mesmas mostras competitivas. No entanto, como
a sociedade está atravessando um ano atípico, em decorrência da pandemia, não está descartada a
possibilidade do festival acontecer virtualmente.

O Comunicurtas UEPB nasceu em 2006, no Curso de Comunicação Social da UEPB, e prossegue funcionando
como vitrine para os cineastas e laboratório para os alunos que, a cada ano, têm a oportunidade de
trabalhar na produção do evento.

Codecom UEPB

Comments are closed.