Curiosidades

Eis cinco consequências (inesperadas) do excesso de vitaminas

Sem vitaminas, o corpo humano arrisca a entrar em colapso, gerando problemas tão diversos como falta de visão, anemia, enfraquecimento dos ossos ou demência. Contudo, o que muitas pessoas não sabem é que não devem ingerir doses elevadas.

Com isso em mente, o portal Eat This, Not That compilou alguns dos sinais de alerta a que deve estar atento. Veja, abaixo.

1- Dor de estômago

Os distúrbios gastrointestinais são o primeiro sinal de que algo não está bem. Náuseas, vômitos e diarreia são alguns dos sintomas.

2- Queda de cabelo

Este é um dos efeitos secundários associados à ingestão de doses elevadas de vitamina A, que é lipossolúvel (solúvel na gordura). As vitaminas D, E e K são igualmente lipossolúveis, pelo que não deve exceder a dose diária recomendada.

3- Risco de câncer

Sim, leu bem. A toma de suplementos de beta-caroteno, vitamina E e quantidades excessivas de biotina podem aumentar o risco da doença. No ano passado, a United States Preventive Services Task Force referiu que estes conferem não só risco elevado de câncer como de doenças cardíacas. Outro estudo, citado pelo portal Eat This, Not That, concluiu que os homens apresentam um risco maior de câncer do pulmão quando  ultrapassam a dose diária recomendada de biotina (cinco a 10 mg).

4- Problema do nervo

A toma excessiva de vitamina B6 pode originais dormência ou formigueiro.

5- Hemorragia excessiva

“A menos que haja uma razão para ingerir vitamina E, não deve tomá-la como um suplemento aleatório”, avisa Kathryn Boling, médica de família do Mercy Medical Center em Baltimore, nos Estados Unidos. E continua: Costumávamos pensar que era benéfica, por tratar-se de um antioxidante, mas afinal o risco é maior”. Mas, afinal, qual o risco? Apesar de rara, a intoxicação por vitamina E causa um risco de hemorragia, bem como fraqueza muscular, fadiga, náuseas e diarreia.

Notícias Ao Minuto Brasil

Foto: © Shutterstock

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo