Em Brasília: Juliana Cunha Lima garante apoio e parceria para políticas públicas voltadas à mulher e à pessoa com deficiência em Campina Grande

A primeira-dama de Campina Grande, Juliana Figueiredo Cunha Lima, participou, na quarta-feira, 24, de duas importantes reuniões, em Brasília, no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Ao concluir a agenda, registrou pelas redes sociais seu entusiasmo por programas que podem potencializar políticas públicas em Campina e anunciou a criação da Coordenação da Família no Município.

A primeira audiência de Juliana foi com a secretária nacional da Família, Ângela Gandra, que apresentou alguns projetos em execução na pasta e que a primeira-dama pretende implantar Campina Grande.

“São projetos relacionados ao fortalecimento da família, a exemplo do Programa Famílias Fortes, que eu fiquei encantada e que vai gerar um impacto muito bom na comunidade”, disse Juliana.

Como psicóloga, a primeira-dama se mostra sensível à necessidade do fortalecimento dos vínculos familiares pois, segundo ela, eles são responsáveis por  casamentos mais felizes; crianças se desenvolvendo melhor, em ambientes seguros; e, consequentemente, menos traumas emocionais.

Durante o encontro, a secretária Ângela Gandra apresentou também os projetos Reconecte, que auxilia as famílias para o uso inteligente das tecnologias, dentro de casa; e o Acolha a Vida, que ajuda a identificar membros da família em sofrimento emocional.

“Para implantar esses programas, vamos viabilizar a criação da Coordenação da Família, que vai fazer essa comunicação, entre as Secretarias”, revelou Juliana.

De acordo com a primeira-dama, trabalhar para melhorar a vida das pessoas foi um compromisso reafirmado na campanha do prefeito Bruno e, agora, ambos buscam parcerias para concretizar os projetos sonhados. “Com a graça de Deus, Campina se tornará uma referência em cuidados com a família e o desenvolvimento da criança”, disse a psicóloga.

Doenças raras e deficiência

Na sequência da agenda no no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a Juliana Figueiredo Cunha Lima foi recebida pela secretária de Pessoas com Deficiência, Priscilla Gaspar. Participaram da audiência a coordenadora de Pessoas com Doenças Raras, Adriana Villas Boas, e Rodrigo Machado, diretor de Políticas Temáticas dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

O encontro teve como objetivo discutir a implantação do Centro de Referência para Pessoas com Doenças Raras, no Hospital da Criança de Campina Grande; a implantação da Casa do Autista; bem como a Central de Interpretação de Libras, no município.

A primeira-dama fará uma visita à Central, em Brasília, para conhecer melhor o trabalho.

“São três importantes projetos que estamos lutando para tornar realidade, em Campina Grande. Se Deus quiser, vamos implantar esses serviços, que vão beneficiar inúmeras pessoas”, concluiu.

Fonte: Codecom

Load More Related Articles
Load More By Ionete Ramos
Load More In Destaques
Comments are closed.