Em Brasília, secretário de Saúde viabiliza recursos para equipar o novo Hospital da Criança

Atendendo recomendação do prefeito Romero Rodrigues, o secretário Filipe Reul, da Saúde de Campina Grande, se reuniu na manhã desta terça-feira, 15, com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em Brasília. Na reunião, ficou definido que a cidade vai receber recursos para novos 30 leitos de UTI e 40 mil testes de Covid-19, além do aporte dos recursos para a compra dos equipamentos do novo Hospital da Criança e do Adolescente.
“Foi uma reunião extremamente proveitosa. Saímos com a garantia da habilitação de 30 novos leitos, o que significa mais recursos para a cidade e mais estrutura para os usuários do SUS”, disse Reul
O secretário apresentou ao ministro e ao assessor especial do Ministério, Airton Cascavelo, o projeto do Hospital da Criança e do Adolescente, construído com recursos próprios do município.
“Também fiquei muito feliz com a liberação dos recursos para a aquisição dos equipamentos do Hospital da Criança e do Adolescente. É um serviço que vai atender pacientes de mais de 170 municípios. A equipe técnica ficou impressionada com a estrutura do nosso hospital idealizado pelo prefeito Romero Rodrigues”, falou o secretário.
Outra boa notícia é que Campina Grande foi selecionada para participar do programa Diagnosticar para Cuidar, implantado em 12 municípios brasileiros.
“Vamos receber 40 mil testes do tipo SWAB RT-PCR. Nossa pretensão é fazer uma grande testagem de professores e alunos da Rede Municipal de Ensino com esse lote de exames, para indicar algum caminho na retomada das aulas”, disse Reul.
Aproveitando o ensejo, Filipe Reul também questionou sobre o retorno dos grandes eventos. Eduardo Pazuello esclareceu que já há uma comissão trabalhando a pauta de forma cautelosa em todo o país e o município vai passar a fazer parte das discussões para a retomada do setor, que deve ter novidades até o fim do mês.
O Ministério também acenou positivamente para o envio de novos respiradores para as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e confirmou a possibilidade de aumento de teto de recursos da oncologia para Campina Grande a partir de janeiro de 2021.
Codecom PMCG
Load More Related Articles
Load More By Ionete Ramos
Load More In Saúde
Comments are closed.