Entenda as diferenças entre as doenças causadas pelos coágulos sanguíneos

 Doenças cardiovasculares sempre preocuparam o brasileiro, no entanto as atenções costumam se voltar apenas para o coração, deixando de lado a saúde das veias, artérias e até mesmo o sangue. A falta de informação à respeito das demais patologias que acometem o sistema tem feito mais vítimas a cada ano. No último levantamento realizado pelo Ministério da Saúde, apenas em 2013, 42 mil pessoas morreram em decorrência de um AVC, por exemplo.

O que pouca gente sabe é que tanto o acidente vascular cerebral quanto a embolia pulmonar podem ser causados por uma trombose, ou seja, quando um trombo se forma nas veias do organismo e bloqueia o fluxo. No entanto, a origem de todos esses problemas está no coágulo sanguíneo, responsável pela morte de 1 pessoa a cada 37 segundos no mundo, de acordo com a Associação Americana do Coração (AHA).

Coágulo sanguíneo

O corpo possui um mecanismo natural de cicatrização chamado coagulação. Durante esse processo, as células denominadas fibrinas se unem como uma teia para estancar o sangue e fechar um ferimento. Todavia, o processo de coagulação pode acontecer no interior de vasos sadios e desenvolver um aglomerado sólido de células, chamado de coágulos sanguíneo.

O neurologista e assistente da divisão de clínica neurológica do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Dr. Mauricio Hoshino reforça as principais causas de coágulos. “Essa condição pode ser desencadeada por uma série de fatores genéticos e ambientais, como anormalidades cardíacas, tabagismo e obesidade”.

O problema no coágulo acontece quando esse se desprende da parede da veia e passa a circular pela corrente sanguínea. Dependendo do tamanho e forma, ele pode se prender novamente a parede de uma veia ou artéria, causando graves complicações.

Trombose

Quando o coágulo sanguíneo se forma no interior de uma veia importante ele passa a ser considerado um trombo, e pode interromper a passagem de sangue no vaso, causando vermelhidão, aumento de temperatura e inchaço no membro afetado, acarretando a trombose venosa profunda (TVP).

Normalmente a doença ocorre em membros inferiores como pernas e panturrilhas, mas há a possibilidade do coágulo se desprender e continuar circulando pela malha de veias e artérias do organismo.

Embolia pulmonar

Um dos fatores que causam a embolia é a chegada de coágulos às veias do pulmão. O órgão possui uma grande quantidade de vasos sanguíneos pequenos, nos quais as chances de um trombo se alojar são muito maiores.

“A princípio, a embolia acontece da mesma forma que a trombose, no entanto a interrupção do fluxo sanguíneo nos vasos do pulmão compromete a oxigenação do sangue e a funcionalidade do órgão, causando tosse e dificuldade para respirar”, ressalta o especialista.

AVC

A movimentação de coágulos também pode causar um acidente vascular cerebral isquêmico. Isso ocorre devido à interrupção do fluxo sanguíneo que compromete a oxigenação do cérebro e sua funcionalidade, causando sintomas como paralisia, fraqueza, fala arrastada e visão turva. A falta de oxigênio provoca ainda a morte das células que constituem o cérebro, que não são capazes de se regenerar.

Independentemente da condição, o diagnóstico rápido é essencial para definir o tratamento mais adequado e prevenir sequelas. Há também diversas opções de profilaxia disponíveis e cabe ao especialista definir a mais indicada de acordo com o estágio da doença.

No entanto, o paciente que tem predisposição à formação de coágulos tem o benefício da disponibilidade do uso de anticoagulantes, mesmo que de forma temporária. Dentre as terapias disponíveis no Brasil para o tratamento da trombose, embolia pulmonar e AVC está a rivaroxabana (Xarelto®), um anticoagulante oral que além de tratar, previne essas e outras doenças.

Bayer: Ciência para uma vida melhor

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana e animal e agricultura. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2015, o grupo empregou cerca de 117 mil pessoas e obteve vendas de € 46.3 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.3 bilhões. Esses números incluem os negócios de polímeros de alta tecnologia, que foram lançados no mercado de ações como companhia independente nomeada Covestro, em 06 de outubro de 2015.

Para mais informações, acesse www.bayer.com.br http://www.bayer.com.br/

Informações à imprensa Bayer | Burson-Marsteller

Erika Figueiredo: (11) 3094-2297 |erika.figueiredo@bm.com

Bruna Almeida: (11) 3040-2398 | bruna.almeida@bm.com

Larissa Gomes: (11) 3094-2272 | larissa.gomes@bm.com

Nayrim Pinheiro: (11) 3094-2253 | nayrim.penheiro@bm.com

Raquel Matrone: (11) 3040-2411 |raquel.matrone@bm.com

 
Comments are closed.