FACMA tem semana dedicada à Cecília Meireles

Em mais uma semana de quadros literários, a Fundação Artístico Cultural Manuel Bandeira, a FACMA, escolheu Cecília Meireles para ser a homenageada da vez.

O “Estrela da Tarde” mostrou que Cecília Meireles preferia ser chamada de poeta e não de poetisa, porque via neste último termo uma diminuição do seu trabalho. Inovadora em seu lirismo, ela versava sobre temas da vida, da natureza, do Eu, dos sentimentos, recorrendo a um estilo muito próprio, de ar clássico e ao mesmo tempo livre de qualquer limitação categórica. Sendo uma das poucas mulheres referenciadas nos manuais de Literatura, Cecília continua a encantar com seu fazer poético de vasto entendimento, sendo considerada atemporal. Uma verdadeira figura para a literatura brasileira de autoria feminina! A apresentação do quadro, que vai ao ar toda segunda-feira, é de Thalyta Vidal.

O vídeo do quadro “Libertinagem” com a interpretação do poema “Canção”, que traz o retrato do sonho naufragado, através das imagens do mar e do navio. O tom de melancolia e os elementos da natureza se misturam, expressando os sentimentos do eu lírico, que se vê atravessado pela perda, pelo abandono de um sonho. Com sua poesia sensorial e de tons surrealistas, Cecília explora uma linguagem marcadamente lírica. A apresentação do quadro, que vai ao ar toda quarta-feira, é de Silvanna Oliveira.

E dando continuidade à semana de Cecília Meireles, o quadro Ritmo Dissoluto trouxe a interpretação da canção “Canteiros”, musicado pelo artista Raimundo Fagner. A letra é inspirada no poema “Marcha”, de Cecília Meireles, e foi lançada em 1973. No entanto, somente no ano de 1977 é que o cantor reconhece a coautoria da poeta, o que resultou em uma ação judicial, promovida pelas filhas da autora, por violação de direitos autorais. Em 1999, quando houve um acordo da Sony Music com as filhas de Cecília, a música “Canteiros” foi regravada e popularmente divulgada, alcançando um sucesso rápido. A canção inclui ainda a letra de Tom Jobim, “Águas de março”. A interpretação do quadro, que vai ao ar toda sexta-feira, ficou por conta de Shirley Farias.

Todos os vídeos podem ser conferidos no perfil do instagram: @facmacg ou no canal do youtube: FACMA CG. As imagens e edição são de Edmilson Roberto e Diego Pontes.

Assessoria de Comunicação

Load More Related Articles
Load More By Ionete Ramos
Load More In Releases
Comments are closed.