Férias: 10 Dicas para Evitar Acidentes com Crianças

foto google
foto google

Durante as férias escolares, a agitação típica das crianças pode deixar os pais preocupados, quando o assunto é a segurança. Mas, além de redobrar a atenção sobre os passos dos pequenos, os pais podem tomar algumas medidas preventivas para evitar acidentes. “Evitar brinquedos com botões, olhos ou enchimentos facilmente removíveis é uma das dicas”, orienta a pediatra do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Sonia Liston.

A médica lembra que tais ações devem ser adotadas porque, dependendo da idade, os pequenos não conseguem avaliar os riscos que estão correndo. “Com isso, as pessoas próximas têm de tentar adotar táticas para diminuir a frequência e a gravidade dos acidentes.” 
 
No primeiro ano de vida, os problemas de maior gravidade envolvem obstrução mecânica de vias aéreas por alimentos ou pequenos objetos deixados ao alcance das crianças.  “Na maioria das vezes, as ocorrências são registradas nas dependências da própria casa, na casa de vizinhos ou de familiares, seguida pelas escolas e parques”, analisa Sonia. 
 
Já crianças maiores e adolescentes costumam se acidentar longe de casa. Nesse caso, os acidentes mais comuns são afogamentos em piscinas, rios ou mar, queimaduras e intoxicações por produtos perigosos ou medicamentos.  “Em menor frequência, mas não de menor gravidade, estão os acidentes com armas de fogo.”
 
Para prevenir boa parcela dos acidentes, a indicação da médica é alertar adolescentes e crianças dos perigos, de acordo com cada faixa etária e grau de compreensão. “Caso ocorra o acidente e, a menos que esse não represente nenhum dano à integridade física, o socorro médico mais próximo deve ser buscado o mais rapidamente possível.” Posteriormente, se as sequelas psicológicas surgirem, a ajuda com os profissionais específicos devem ser procurada.
 
Veja as dicas da pediatra do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, em São Paulo, Sonia Liston, para evitar acidentes com crianças:
 
  • Evite cordões, roupas ou objetos em berço que possa provocar estrangulamento ou engasgos; 
  • Supervisione as refeições de crianças pequenas; 
  • Utilize o cinto de segurança dos carros nos acentos compatíveis para cada idade; 
  • Verifique a segurança dos brinquedos e a indicação de idade nas embalagens dos mesmos; 
  • Instale proteção nas escadas, janelas, sacadas e terraços; 
  • Evite o acesso à cozinha e área e serviço, onde mais comumente ocorrem os acidentes com queimaduras e intoxicações; 
  • Utilize calçados confortáveis e antiderrapantes; 
  • Nunca deixe crianças sozinhas em piscinas, clubes, rios ou mar. Utilize equipamentos de segurança; 
  • Não estimule o uso de medicamentos; 
  • Mantenha as embalagens originais dos produtos e, em caso de acidentes com esses, leve a embalagem com a criança para o atendimento de emergência para facilitar a identificação de componentes.
 
COMPLEXO HOSPITALAR EDMUNDO VASCONCELOS
Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.400 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 – Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, conquistado pelo quarto ano consecutivo em 2014.
 
Rua Borges Lagoa, 1.450 – Vila Clementino, zona sul de São Paulo. 
_____________________________________ 
Informações para a imprensa:
TREE COMUNICAÇÃO
(11) 3093-3618 / 3093-3605
Inês Castelo – ines@tree.inf.br
Diego Palmieri – diego.palmieri@tree.inf.br
 
Comments are closed.