DestaquesSaúde

INFLUENZA: Campina Grande amplia vacinação contra a gripe para todos os públicos

 

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, estendeu a vacinação da Influenza a todos os públicos a partir de seis meses de vida. A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde com salas de imunização, Centros de Saúde e Policlínicas, além do Terminal de Integração.

A campanha foi iniciada no dia 17 de março, considerando a identificação de vírus respiratórios circulantes, com o objetivo de proporcionar proteção à população o mais precocemente possível, diminuindo internações hospitalares, complicações clínicas e óbitos causados pelo vírus da Influenza.

A campanha nacional de vacinação da Influenza vai até o dia 31 de maio e um novo dia D será realizado em 18 de abril. Na próxima semana também será realizada uma intensificação da campanha com a vacinação nas portas das agências bancárias para atingir o público idoso.

Em Campina Grande, 146.547 pessoas fazem parte do público-alvo da campanha.
Dentro do público-alvo, existem os grupos prioritários, que são aqueles cujo Município precisa imunizar 90%. Os grupos prioritários são as crianças, os idosos, os indígenas, as gestantes e as puérperas. Somando todos eles, são 96.050 pessoas e a cidade deve vacinar 90% de cada grupo, o que corresponde a 86.445 pessoas. Até o momento, foram aplicadas 33.187 doses.

“Ressaltamos que as pessoas que são dos grupos prioritários e que ainda não se vacinaram este ano contra a Influenza devem procurar um dos nossos pontos de vacinação para ficar protegidos contra a Influenza, principalmente, as crianças e os idosos, que são os grupos mais vulneráveis para as formas graves da doença”, ressaltou a coordenadora municipal de Imunização, Samira Luna.

Esquema vacinal – A vacina da Influenza protege das cepas dos vírus Influenza A Victoria H1N1; da Influenza A Thailand H3N2 e da Influenza do tipo B. Nas pessoas a partir dos 9 anos de idade, ela é aplicada em dose única. Nas crianças de seis meses a menores de 9 anos de vida que estão sendo vacinadas pela primeira vez, são aplicadas duas doses com intervalo mínimo de 30 dias. Nas crianças entre 6 meses e menores de 9 anos que já tomaram alguma dose da vacina Influenza anteriormente, o esquema vacinal é com dose única.

A vacina pode ser aplicada junto a outras vacinas como a da Covid-19, por exemplo. Para pessoas com sintomas de doenças gripais, respiratórias, recomenda-se a recuperação total do quadro para poder receber a vacina. Para as pessoas com alergia leve ao ovo, a vacina pode ser aplicada normalmente. Para as pessoas com alergia grave, a aplicação deve ser realizada sob supervisão médica. Isto acontece porque é utilizada a proteína do ovo para a fabricação do imunizante. As únicas contraindicações são para crianças menores de seis meses e pessoas que apresentaram anafilaxia grave após receber a dose da vacina em anos anteriores.

Os efeitos colaterais da vacina podem ser dor no local da injeção, enrijecimento da região e vermelhidão temporários, mal-estar, dor de cabeça, dores no corpo e indisposição. As reações adversas e raras são anafilaxia sistêmica e abcessos no local da injeção.

Codecom



Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo