Perímetro no sertão paraibano produz 400 mil unidades de coco por mês

No alto sertão da Paraíba, no município de Sousa, a água de coco é destaque nacional como uma das melhores do Brasil. Parte do cultivo é feito em Várzea de Sousa. O perímetro tem área irrigável de 4.391 hectares, com produção média de 400 mil cocos por mês. A atividade gera cerca de onze mil empregos diretos e indiretos, com distribuição local e para Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Mesmo no período de estiagem, a produção de coco em Várzea de Sousa ocorre normalmente em virtude do uso do sistema de irrigação localizada, que diminui o consumo de água. O solo fértil e o sol mais forte do sertão também contribuem para a qualidade do fruto e deixam a água mais doce.

O agricultor José Carlos Casimiro, que sempre trabalhou com plantio para manter a renda familiar e produz em Várzea há mais de 14 anos, diz que a irrigação localizada diminuiu o desperdício de água e melhorou a produção. “Estou plantando e colhendo normalmente nos meus cinco hectares. Com a irrigação localizada, eu só consumo a água necessária, sem desperdício. Com isso, de 35 a 40 dias eu posso dar um corte no coco”, conta Casimiro.

O perímetro, situado entre os municípios de Sousa e Aparecida, é fruto da parceria do Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Irrigação (Senir), com o Estado da Paraíba.

Para o secretário nacional de Irrigação, Miguel Ivan, o apoio aos pequenos agricultores e modernização das técnicas de irrigação trazem resultados satisfatórios. “Sabemos que esse período de estiagem é difícil produzir no sertão, mas com as novas tecnologias de irrigação é possível o cultivo. É importante manter a renda e a produção dessas famílias”, conclui o secretário.

Info Assessoria de Comunicação Social Ministério da Integração Nacional(61) 2034-5296/5528

E-mail: imprensa@integracao.gov.br

Portal: www.mi.gov.br

facebook.com/br.integracao

twitter.com/br_integracao

Load More Related Articles
Load More By edsolza
Load More In Curiosidades
Comments are closed.