Reino Unido usará carros híbridos ou elétricos no Brasil

Três representações diplomáticas do Reino Unido no Brasil, englobando a embaixada em Brasília e os consulados no Rio de Janeiro e São Paulo, terão suas frotas de carros substituídas no próximo mês de fevereiro por carros elétricos ou híbridos. O embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, informou no último dia 6 que na capital federal um carro já foi substituído por um modelo Nissan Leaf Tekna. Outros três veículos serão trocados nos três postos. Os atuais são carros flex e a diesel.

Segundo o embaixador, a substituição das frotas por veículos menos poluentes contribuirá para reduzir a emissão de gases do efeito estufa. “Em 2018-19, as emissões de gases de efeito estufa do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido (FCO UK)) foram de 7.753 tCO2e (toneladas de dióxido de carbono equivalente), representando redução de 60% em comparação com 2009 e 2010 e à frente da meta de Compromisso do Governo Mais Verde de 2020. Desse total, a frota do FCO foi responsável por 94 tCO2e”.

Missões verdes

A mudança faz parte de amplo projeto do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido para reduzir as emissões de carbono e transformar suas missões diplomáticas nas mais “verdes” do mundo. Para isso, os automóveis oficiais de seus diplomatas tanto no Brasil, como no mundo, estão sendo trocados por carros híbridos ou totalmente elétricos. Além das três representações no Brasil, a mudança será efetuada em outros 29 postos ao redor do planeta. Em todo o mundo, o Reino Unido tem por volta de 270 representações diplomáticas.

O embaixador revelou que os postos de Oslo, na Noruega, e do Vaticano já passaram pelo processo da troca dos veículos. Nos outros 30 postos, o processo deve ocorrer até abril deste ano.

Vijay Rangarajan disse que a embaixada em Brasília receberá também uma Land Rover Range Rover PHEV híbrida. Já os Consulados Gerais no Rio de Janeiro e em São Paulo receberão, cada um, um Jaguar I-Pace totalmente elétrico. Todos os carros são modelos de marcas britânicas. No restante do mundo, ainda não há informação sobre os modelos de carros que vão substituir os veículos em uso atualmente.

Rangarajan salientou que o ministério está empenhado em fazer com que todos os departamentos governamentais alcancem uma frota elétrica de 25% até 2022 e uma frota inteiramente elétrica até 2030. Na avaliação do embaixador britânico, o maior desafio da humanidade hoje são as mudanças do clima. Ele considera que utilizar uma frota de carros oficiais elétricos será um “instrumento de alta visibilidade para demonstrarmos a liderança internacional do Reino Unido quanto à diplomacia nas mudanças climáticas”. De acordo com a Agência Internacional de Energia (IEA, do nome em inglês), o transporte é responsável por 24% de todas as emissões globais de gás carbônico (CO2).

Postos

Os 30 postos que receberão carros elétricos ou híbridos são: Abu Dhabi, Atlanta, Brasília, Bruxelas, Bucareste, Calgary, Chicago, Colombo, Dubai, Hanói, Kiev, Kingston, Lisboa, Madri, Cidade do México, Montreal, Moscou, Paris, Pristina, Riga, Rio de Janeiro, São Paulo, Singapura, Estolcolmo, Sydney, Taiwan, Tallinn, Haia, Vilnius e Zagreb.

Com informações da Agência Brasil

Foto: © Reuters / Steve Marcus

Comments are closed.