DestaquesPolítica

Retrospectiva: Câmara atende a solicitação do prefeito para entrar no consórcio de compra de vacinas

Na sessão do dia 10 de Março de 2021, presidida por Marinaldo Cardoso (Republicanos), contando com a presença de 21 vereadores, o prefeito Bruno Cunha Lima apresentou o Projeto de Lei de nº 185/2021 de autoria do Poder Executivo que “autoriza a adesão de Campina Grande no Consórcio Nacional de Municípios para a compra direta das vacinas contra covid-19’’, sendo essa mais uma maneira de combate à pandemia no município.

Bruno ocupou a Tribuna para explicar o caráter emergencial da matéria, devido à situação da pandemia, e aproveitou o momento para fazer uma prestação de contas do que vem sendo realizado no que diz respeito ao combate ao coronavírus. O gestor informou que está atuando em três grandes frentes: à frente da vacinação, à frente da prevenção e à frente da hospitalização e fez um desdobramento sobre cada uma delas.

Sobre o PL 185/2021 de autoria do executivo, que autoriza a adesão de Campina Grande no Consórcio Nacional Municipal para compra direta das vacinas contra a Covid-19, Bruno ainda destacou que não há intenção de conflitar com o Plano Nacional de Imunização do Governo Federal, mas sim permitir que o município adquira mais doses de vacina contra a Covid-19, além das doses advindas do Ministério da Saúde, possibilitando inclusive acelerar o Plano de Imunização Nacional. Segundo o prefeito, essa medida abrirá a linha de diálogo com Pfizer, Jhonson&Jhonson, além das doses que serão recebidas do Governo Federal.

O Poder Legislativo Campinense, aprovou por unanimidade o Projeto de Lei do Executivo, que pedia autorização para firmar um protocolo de intenções entre municípios brasileiros, com a finalidade de adquirir vacinas para o combate à pandemia do coronavírus, medicamentos, insumos e equipamentos na área da saúde.

DIVICOM/CMCG

Foto: Josenildo Costa

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo