Romero destaca ampliação da rede de tratamento à doença em Campina e reforça apelo por cumprimento do isolamento social

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, destacou na manhã desta terça-feira, 26, durante entrevista à Rádio CBN, que a cidade está ampliando progressivamente a sua rede de assistência pública às pessoas acometidas pela pandemia do novo Coronavírus. Ele disse, que a partir desta terça, o Hospital de Campanha Dr. Virgílio Brasileiro, com leitos, recebe os pacientes em tratamento contra a Covid-19. Nos próximos dias, será a vez de uso do quinto andar do Hospital da Clipsi, por força de medida administrativa da PMCG, disponibilizar 45 outros leitos.
Sobre o Virgílio Brasileiro, Romero Rodrigues revelou que as pessoas em tratamento nas UTIs do Pedro I poderão ser transferidas para a unidade. E detalhou a lógica da medida: esse tipo de paciente poderá ter assistência num espaço único, otimizando o trabalho das equipes de médicos, enfermeiros e demais profissionais.
Os hospitais Pedro I e o Virgílio Brasileiro já dispõem de 44 aparelhos respiradores e outros recursos materiais imprescindíveis para este tipo de tratamento.
De qualquer forma, independente das possíveis mudanças, está em pleno funcionamento o Hospital Pedro I, que se transformou em referência de casos de coronavírus para a população de 69 municípios. A unidade conta atualmente com 30 leitos de UTI e mais 62 leitos de enfermaria. Além disso, a cidade ainda dispõe de seis leitos na maternidade municipal e mais seis leitos no Hospital da Criança e do Adolescente.
Clipsi – Mais um reforço na rede municipal de saúde foi a decisão do prefeito Romero Rodrigues em conquistar, mediante requisição administrativa, mais 45 leitos para o tratamento dos enfermos. Os leitos encontram-se instalados no quinto andar do tradicional Hospital Clipsi, no centro da cidade. Segundo informou, serão dez de UTI e mais 35 de enfermaria.
Como se não bastasse o esforço para a melhoria das condições de trabalho dos profissionais da saúde, a PMCG também promove, desde o início da pandemia, a ampliação dos seus quadros de recursos humanos e o emprego da melhor tecnologia possível para o tratamento da Covid-19.
Codecom PMCG
Comments are closed.