Saúde abre cadastro de profissionais de segurança, de educação e pessoas com comorbidades para vacinação

A Prefeitura de Campina Grande, através da Secretaria Municipal de Saúde, abriu cadastramento para os profissionais de segurança, profissionais de educação e pessoas com comorbidades para planejamento a fim da aplicação da vacina da covid-19. Anteriormente já havia sido aberto o cadastramento dos trabalhadores da área da saúde.

O cadastro deve ser realizado através do site vacinacao.campinagrande.pb.gov.br e é voltado para todas as pessoas dessas categorias que ainda não foram imunizadas. As pessoas que se enquadram neste perfil, mas que já receberam a imunização, não precisam realizar o cadastro, uma vez que já estão vacinadas.

O objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é planejar as próximas etapas da campanha de imunização. O usuário faz o cadastro e envia informações, além de documentos comprobatórios do exercício da atividade, para os profissionais, e da ocorrência das comorbidades, como laudos, receitas e atestados médicos.

A equipe da Coordenação Municipal de Imunização vai executar uma triagem dos inscritos e iniciar a vacinação posteriormente pelos públicos mais vulneráveis dentro desses grupos prioritários. No caso dos profissionais de segurança, a aplicação das doses está sendo realizada pela Secretaria Estadual de Saúde. Os dados coletados no site serão repassados à Coordenação Estadual de Imunização.

Com relação aos trabalhadores de saúde, a finalidade é atingir os autônomos, já que a vacinação dos profissionais que trabalham em unidades, clínicas e hospitais que ainda não tinham recebido nenhuma dose da vacina está sendo realizada esta semana. “Tudo isso se trata de um planejamento que está sendo executado pela Prefeitura de Campina Grande com o monitoramento dos Ministérios Públicos para realizar a aplicação das doses com a máxima organização e o maior zelo possível no processo”, disse o Secretário Executivo de Saúde, Dr. Gilney Porto.

Vacinômetro
Durante esta semana estão sendo aplicadas as primeiras doses das pessoas com 60 anos de idade, tanto na Pirâmide do Parque do Povo, quanto nas Unidades Básicas de Saúde. Campina Grande já aplicou 79% das 93.328 unidades recebidas, sendo 58.717 primeiras doses e 15.031 segundas doses. Esses números são extraídos do sistema SI-PNI, do Ministério da Saúde. O quantitativo restante se refere aos dados que ainda não foram registrados na plataforma, às perdas técnicas e à reserva de imunizantes.

Codecom

Load More Related Articles
Load More By Ionete Ramos
Load More In Destaques
Comments are closed.