Secretaria de Saúde de Campina Grande inicia segunda fase da operação Fumacê

Nesta terça-feira, 7, a Secretaria de Saúde de Campina Grande iniciou a segunda fase da operação Fumacê no município. Nesta nova etapa, os carros estão circulando em onze bairros. Outros onze bairros já receberam o serviço desde o início de julho. O objetivo é prevenir e combater os focos do mosquito Aedes aegypti.

Os bairros por onde os carros do Fumacê começaram a circular são Santa Rosa, Sandra Cavalcante, Itararé, Vila Cabral, Santa Terezinha, Ramadinha, Malvinas, Novo Horizonte, Jardim Verdejante, Dinamérica e José Pinheiro. Os veículos passam geralmente no início da manhã e no final do dia. É importante que os moradores deixem as janelas das casas abertas.

“Como os Agentes de Combate às Endemias não estão podendo entrar nas casas, para fazer o trabalho intradomiciliar, estamos realizando apenas o trabalho peridomiciliar, ou seja, no entorno das residências. Então, a operação Fumacê é importante nesse momento porque faz chegar o inseticida aos quintais e ao interior das casas”, explicou a gerente de Vigilância Ambiental, Rossandra Oliveira.

O serviço está sendo possível graças à implantação do Operação Fumacê pela Secretaria de Saúde do município com a disponibilização de dois novos veículos para o trabalho.

Inicialmente foram atendidos os bairros e localidades com os maiores índices de adoecimento por dengue, que foram Jardim Tavares, Mirante, Quarenta, Condomínios Serra Ville e Rio Sierra, Alto Branco, Prata, Catolé, Conjunto Ronaldo Cunha Lima, Bela Vista e Monte Santo.

“Como não estamos fazendo o levantamento do índice de infestação do mosquito, o que está balizando as nossas ações são os números de casos em cada bairro”, explicou Rossandra. Ela também alertou para o fato de que os moradores relaxaram nos cuidados. “Estamos no início do inverno, período de chuvas, e isso favorece a formação de criadouros. Os moradores precisam estar mais atentos”, disse.

Codecom PMCG

Comments are closed.