Secretaria de Saúde prepara Atenção Básica para aplicação de métodos contraceptivos

A Secretaria de Saúde de Campina Grande realizou um treinamento na Sociedade Médica para capacitar os profissionais da Atenção Básica à Saúde a fim de estender a aplicação dos dispositivos intrauterinos (DIU) para as Unidades Básicas de Saúde. Atualmente, o DIU somente é aplicado nas mulheres em unidades hospitalares. Na Rede Municipal de Saúde, este serviço é oferecido no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea).

O trabalho está sendo desenvolvido com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) por meio de um projeto de extensão. “A ideia é descentralizar este serviço para que as mulheres tenham acesso com mais facilidade e sem precisar se deslocarem unicamente para o Isea”, explicou a coordenadora de Educação Permanente Municipal, Núbia Oliveira.

O método contraceptivo DIU é representado por um pequeno dispositivo flexível inserido na cavidade uterina, um procedimento relativamente simples, que pode ser realizado em ambulatório. “Este método ajuda a diminuir problemas graves como o aborto, a mortalidade infantil ou a mortalidade materna”, frisou a médica do Isea Melânia Amorim, que é a responsável pela capacitação com os profissionais.

Um dos objetivos é também ampliar o acesso ao serviço. Apesar da efetividade do trabalho oferecido pelo SUS, os dados mostram que apenas 2% das brasileiras utilizam o DIU como método contraceptivo, mesmo ele sendo um dos melhores meios para esta finalidade.

 

Codecom PMCG

Foto: Google

 
Comments are closed.