Secretário defende união de forças para mudar a face da agricultura paraibana

Ao dar as boas vindas, em nome do prefeito Romero Rodrigues, aos participantes do Seminário “Paraíba Rural Sustentável”, realizado na quinta-feira (19), na sede da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), o secretário da Agricultura de Campina Grande, Renato Benevides Gadelha, disse que a Pasta da qual é dirigente e o governo municipal como um todo também estão engajados na luta para melhorar a qualidade de vida daqueles que, heroicamente, sobrevivem do campo.

O Programa “Paraíba Rural Sustentável”, que tem como filosofia valorizar e apoiar quem produz, visa a implantação de abastecimento de água por meio de perfuração de poços dessalinizadores, chafarizes e cisternas, além de adotar tecnologias e práticas agropecuárias que proporcionem aos beneficiários melhor convivência com as vulnerabilidades agroclimáticas, reforçando o impacto positivo e ações de segurança alimentar e nutricional dos pequenos agricultores.

Em que pese o fato de Campina Grande ter um solo difícil à prática de atividades agrícolas, Renato Gadelha revelou que só concordou em ser secretário da Agricultura porque não aceita, “em pleno Século XI, que a gente ainda sofra com a falta d´água e com a falta de produção rural”.

Na avaliação do auxiliar do prefeito Romero Rodrigues, a Paraíba é referência nacional em educação universitária, está indo bem no comércio e na indústria, mas na agricultura ainda não consegue avançar, sequer, na produção do setor primário. “Tanto é que importamos quase tudo que consumimos, como o milho, o feijão e o arroz. E não é possível mais isso”, reagiu Renato Gadelha.

Diante de uma plateia de aproximadamente 250 pessoas, entre pequenos e médios produtores rurais e lideranças políticas das regiões da Borborema, Brejo, Cariri e Curimataú, o secretário Renato Gadelha afirmou que o Programa “Paraíba Rural Sustentável” chega em boa hora, principalmente em Campina Grande, que precisa de dessalinizadores para melhorar a qualidade da água, de modo a favorecer a produção agrícola e a sobrevivência do homem do campo.

Ao concluir a sua fala, o secretário da Agricultura de Campina Grande assinalou que, “com esta interação entre o governo estadual e as prefeituras municipais, nós poderemos dizer, no futuro, que mudamos a face da agricultura paraibana”.

A Secretaria de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido, que tem à frente o ex-deputado Luiz Couto, e Projeto Cooperar, vêm realizando em todas as regiões do Estado seminários com o objetivo de discutir ações, metas e formas de apresentar demandas a serem priorizadas de acordo com os critérios estabelecidos pelo programa “Paraíba Rural Sustentável”.

Codecom PMCG

Comments are closed.