Serviço 151 do Procon de Campina Grande volta a funcionar normalmente

Após ganhar uma ação na justiça contra a empresa OI, que estipulava uma multa diária de 1 mil podendo chegar a 1 milhão de reais pelo corte indevido da linha 151, o Procon de Campina Grande volta a oferecer o serviço a população.

O número de telefone que é disponibilizado gratuitamente estava sem funcionar a mais de três meses devido a um corte indevido realizado pela empresa de telefonia. Após determinação da 3ª Vara de Fazenda Pública de Campina Grande para que a OI restabelecesse o funcionamento do número 151 em um prazo de 48 horas, a empresa evitou o desgaste das multas e restabeleceu o serviço do Procon Municipal.

O corte da linha 151 havia sido feito de maneira equivocada pela empresa OI. “Acreditamos que foi uma retaliação da empresa de telefonia após cancelarmos outro contrato que tínhamos com a mesma. Foi irresponsável porque o número 151 é um canal de tele atendimento criado pela Secretaria Nacional do Consumidor para ser utilizado pelos órgãos de defesa do consumidor como o Procon de Campina Grande.

A OI gerencia essa linha aqui na Região Nordeste, então todos os Procons, devido ao 151 tem essa relação com a empresa. Quando cancelamos um outro contrato de serviços que tínhamos com essa empresa, ela confundiu os papéis e cancelou também nosso número 151. Buscamos durante três meses o diálogo, para mostrar que estavam equivocados, mas não funcionou. Acionamos a justiça, então como estávamos no nosso direito ganhamos a ação. E felizmente restabelecemos o serviço”, esclareceu Rivaldo Rodrigues.

O coordenador executivo do Procon Municipal, Rivaldo Rodrigues informa que a população já pode usar o número para se comunicar com o Procon, além dos outros canais como o WhatsApp (9.8185-8168) e o Fale Conosco disponível na página https://procon.campinagrande.pb.gov.br/.

Comments are closed.