Só no anúncio: Combustíveis voltam a liderar a inflação e Petrobras anuncia desconto na gasolina e etanol

Passados três dias do anúncio da queda no preço da gasolina, anunciada pelo governo federal, aqui em Campina grande os postos de combustíveis que usam a bandeira Petrobrás continuam praticando o mesmo valor “tabelado”, ou seja, R$ 2,69 e 2,68. Na pratica e de acordo com a determinação do governo, a BR Distribuidora reduziu, na ultima quarta-feira (11/05) em 6% o preço da gasolina e em 13% o do etanol.

O próprio ministro, Edson Lobão anunciou a queda no preço da gasolina de 6% a 10%, e disse ainda. “Governo usará posto Petrobras para reduzir preço de combustível”. O objetivo é que com a queda nos preços da subsidiária da Petrobras, em todo o país, provoque, as outras distribuidoras a praticar o mesmo caminho, e o consumidor receba a redução na bomba.

A gasolina voltou a ser a grande vilã,  responsável por um terço da alta da inflação de 0,77% medida em abril pelo IPCA. Agora a líder do mercado, Petrobras, quer comandar a redução no preço do Etanol e da gasolina.
Na prática os preços dos combustíveis nos postos não baixaram, pelo menos aqui em Campina Grande.

Os consumidores esperam que aconteça o mais rápido possível e que o discurso do governo não caia no vazio. Foi o que disse Maria Estelita Carvalho e Silva. “nada mudou os postos continuam a praticar o mesmo valor linear com variação de um ou dois centavos”, disse.

Para Jason Maciel da Silva, proprietário do Posto Liberdade, “baixar imediatamente os preços da gasolina e do etanol é impossível, temos que esperar a boa vontade das distribuidoras, vamos ver como vem nas próximas notas fiscais. Hoje por cada litro de combustíveis seis centavos ficam com a transportadora. Tudo esta no site da ANP, quanto custo, quanto se paga de impostos, sem contar as obrigações sociais e com os cuidados ambientais.

Campina Grande pratica um dos mais baixos preços, somos a única cidade que fechamos um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, junto a Curadoria do Consumidor.”, disse.

Para o PROCON a BR Distribuidora esta sugerindo aos postos da rede para que repassem os descontos aos consumidores, já que a Petrobras não tem poder para obrigar o revendedor a transferir o desconto.
Em sua ultima pesquisa, o PROCON municipal, informou os valores do litro da gasolina comum para o pagamento à vista, está custando entre R$ 2,59 (menor preço) e R$ 2,89 (maior valor) em Campina Grande, de acordo com os dados coletados na última segunda-feira, (09) de maio. O melhor preço do litro da gasolina é encontrado no Posto Fechine da Rua Siqueira Campos, Centro de Campina Grande.

A pesquisa registra uma variação de 11,58%, com diferença de preço entre o mais caro e o mais barato de R$ 0,30, no preço da gasolina. Na maioria dos postos coletados a gasolina é vendida pelo valor de R$ 2,69. Para o pagamento a prazo os preços estão oscilando entre R$ 2,69 a R$ 2,99.

Já em relação ao álcool, o litro do combustível apresenta variação de 12,20% e tem preços que variam entre R$ 2,13 (Posto Shell – Cruzeiro) a R$ 2,39 (Posto Maia – Bairro do São José), preços verificados para o pagamento à vista. A diferença é de R$ 0,26 por cada litro do combustível. No preço a prazo, o consumidor poderá pagar valores que variam entre R$ 2,18 a R$ 2,29.

No caso do diesel, a variação caiu de 9,74% verificada em abril, para 4,10% em maio. Os valores praticados para pagamento à vista são: R$ 1,95 (menor valor) e o maior valor (R$ 2,03), tendo diferença de preço de R$ 0,08 por litro. Os valores para pagamento a prazo variam entre R$ 1,95 a R$ 2,16, sendo a diferença de preço de R$ 0,21.

O consumidor campinense pode ter acesso aos dados da pesquisa do PROCON, realizada quinzenalmente em 46 postos de combustíveis de Campina Grande, através do endereço eletrônico: www.proconcg.pb.gov.br. A pesquisa também está disponível na sede do órgão, localizada na Rua Afonso Campos, nº 304, Centro.(Redação/Aunião)

Load More Related Articles
Load More By edsolza
Load More In 
Comments are closed.