DestaquesPolítica

Tradição de Encontros Ecumênicos substitui o período momesco na cidade

 

Campina Grande, há muitos anos, inova ao trocar o tradicional período momesco por uma série de encontros ecumênicos, tornando-se um palco de diversidade religiosa e intercâmbio de crenças. Neste cenário singular, eventos como Consciência Cristã, Crescer, MIEP, E-Além, Acampamento Verbo da Vida, A Palavra Revelada, Nova Consciência, entre outros, ganham destaques unindo diferentes comunidades em busca de paz e conhecimento.

Ao contrário das festividades carnavalescas convencionais, que antecedem o período, Campina Grande se transforma em um espaço acolhedor para diversas religiões e crenças, proporcionando um ambiente propício para rezar, orar, conhecer e compartilhar as diversas histórias e tradições religiosas. Este movimento é reflexo do respeito mútuo que permeia a cidade, reservando um espaço inclusivo para cada expressão espiritual.

A cidade, ao abraçar essa proposta de encontros ecumênicos, não apenas celebra a diversidade religiosa, mas também fortalece os laços entre diferentes comunidades, promovendo um diálogo construtivo e uma convivência harmoniosa. Cada evento se torna uma oportunidade para ampliar horizontes, compreender perspectivas diversas e fortalecer os valores de respeito e tolerância.

Dessa forma, Campina Grande se destaca como um exemplo de como a diversidade pode ser celebrada de maneira única, transformando um período que costumava ser dedicado ao carnaval em uma experiência enriquecedora de intercâmbio cultural e espiritual. O município, ao acolher essa tradição de encontros ecumênicos, reforça seu compromisso com a pluralidade e a convivência pacífica entre as diversas expressões de fé presentes na cidade.

Tribuna do Parlamento Mirim

TRILHOS

Olímpio Oliveira (UNIÃO) inicialmente desejou um ano produtivo, sem perder a visão do que a cidade quer e espera dos vereadores é que estejam fazendo a melhor entrega de serviços e projetos que possam transformar a qualidade de vida da população.

Em seguida, disse que esteve no Distrito de Galante e fez registros do furto dos trilhos da malha ferroviária do Distrito. Ele informou que a PM conseguiu surpreender uma carreta que tinha o propósito de transportar grande parte dos trilhos, mas felizmente, foram impedidos.

O vereador falou da necessidade de o Governo Federal assumir a sua responsabilidade e revitalizar a malha ferroviária. Olímpio ainda disse que não adianta pensar nessa estrutura apenas nas vésperas do Maior São João do Mundo. Concluindo, disse da certeza e convicção de que infelizmente o tema terá pouca repercussão.

Fabiana Gomes (PSD) se acostou à fala do vereador Olímpio, mas discordou que a CASA não tem voz, ressaltando que os vereadores já foram em busca de soluções para a localidade, citando a reunião que aconteceu com o Ministro dos Transportes, Renan Filho. A vereadora disse da necessidade de retornar e cobrar o foi pedido durante a reunião, que é justamente uma solução para a linha férrea de Galante.

Pimentel Filho (PSB) retornou ao tema dos trilhos no Galante, registrando que recebeu diversas denúncias de roubo no local. Ele relembrou que os prefeitos anteriores fizeram a sua parte no que diz respeito a preservação dos trilhos do trem de Galante, mas que atualmente, entende que existe desleixo da administração. O vereador também mencionou que se não fosse a Polícia, todos os trilhos já teriam sido furtados.

Luciano Breno (PP) discordou da responsabilização do prefeito pela manutenção da malha ferroviária, justificando que esta é uma responsabilidade do Governo Federal, além de ser responsabilidade da Segurança Pública no que diz respeito aos furtos. Luciano também relembrou da reunião que teve com o Ministro dos Transportes, Renan Filho, onde o próprio prefeito solicitou soluções.

INVASÃO

Rostand PB (PP) solicitou um aparte e ressaltou a importância do tema trazido pelo vereador Olímpio e destacou também a invasão de pessoas que constroem casas em cima da linha férrea. Além disso, citou outros lugares da cidade em que a população está invadindo e construindo moradias irregulares. Ele também solicitou ao prefeito que faça mais pelo esporte na cidade.

O líder Luciano Breno (PP) informou que na Avenida Canal, os usuários começaram a se instalar na área e construir moradias de papelão, mas por solicitação dele e do prefeito Bruno, a Guarda Municipal esteve no local, retirando os materiais. Segundo Luciano, a SEMAS também participou da operação e convidou as pessoas, que são adeptas de drogas, para casas de recuperação, porém se recusaram.

COMISSÕES

Dra Carla (PSC) fez destaque a Comissão da Saúde da CASA, da qual agora faz parte como presidente, juntamente com as vereadoras Fabiana Gomes e Dona Fátima e ressaltou que estará dando a sua contribuição, assim como na Comissão de Finanças, que continuará como secretária. Além disso, a vereadora disse que está pronta para focar nos seus projetos na área da saúde.

DESEMPREGO 

Alexandre Pereira (UNIÃO) relembrou quando trouxe a situação da empresa COTEMINAS e da perda de 800 postos de trabalhos, em novembro de 2022. Ele disse que hoje, faz exatos seis meses, que os trabalhadores da empresa COTEMINAS de Campina Grande não recebem os seus salários, vale alimentação e a cesta básica que era entregue pela empresa.

Diante desta situação, ele disse acompanhar a situação de alguns trabalhadores e contou que uma mãe de família, esteve em seu gabinete, relatando os 20 anos de dedicação à empresa, mas agora sofre passando necessidades básicas e sem a possibilidade de conseguir um emprego devido a sua idade. Por fim, pediu que os vereadores possam buscar ajuda através do Governo do Estado e do Governo Municipal, para que essas pessoas possam receber cestas básicas e recursos para pagar os seus aluguéis. “O socorro para esses trabalhadores é urgente”, frisou.

REQUERIMENTOS – MATÉRIAS DO EXPEDIENTE

Foram aprovados três requerimentos por unanimidade nas matérias do expediente, incluindo o requerimento de urgência nº 105/24, que requer à Mesa Diretora desta douta Casa que considere de urgência especial a tramitação do Projetos de Lei Nºs 001, 005, 006, 009, 010, 014, 016, 018, 020, 021, 022, 023, 024, 026, 029, 030, 036, 037/2024, Projeto de Lei Complementar Nº 001/2024, e Projetos de Resolução Nºs 001, 002, 005/2024, na Ordem do Dia da presente Sessão Ordinária, em 8 de fevereiro de 2024.

PROJETOS DE LEI – MATÉRIAS DA ORDEM DO DIA

Foram aprovados 22 Projetos de Lei, entre eles, projetos de lei complementar e de resolução.

Em discussão dos projetos, o vereador Pimentel Filho (PSB) informou que a Comissão de Justiça está avaliando o veto oriundo do Poder Executivo, com relação à Lei Orçamentária do Município, para em seguida dar o seu parecer, dentro do prazo para votação.

Em destaque, foi apreciado o Projeto de Lei Complementar nº 01/2024, de autoria do Poder Executivo, que altera a lei complementar 117/2017 para reajustar os vencimentos do Magistério Público Municipal. O projeto foi aprovado por unanimidade, com aprovação de uma emenda nº 03, também por unanimidade, de autoria das duas bancadas. A emenda realiza alteração no art. 4, que passa a vigorar com a extensão do reajuste aos professores e pensionistas.

Pimentel Filho (PSB) disse que apesar do salário base dos professores continuar sendo desrespeitado, o SINTAB concordou com a aprovação do projeto.

Jô Oliveira (PCdoB) relembrou que apesar de estar sendo colocado o repasse para além do que foi a média nacional, ainda há pendências do ano anterior de reajuste para o magistério. Ela disse que não tem como esquecer isto e do quanto afeta os profissionais, mas que votará favorável.

Olímpio Oliveira (UNIÃO) ressaltou a importância da votação e aprovação desse projeto, inclusive com uma emenda de duas bancadas, renovando no parlamento a construção positiva de políticas públicas para o cidadão. “O parlamento verdadeiro é isto, que me alegra e renova meu ânimo, que produz boas matérias e boas pautas”, destacou.

Napoleão Maracajá (PT) agradeceu a disponibilidade do vereador Luciano Breno (PP), para assinatura da emenda e alteração do texto, visto que apesar do projeto trazer reajuste para aposentados e pensionistas, o texto estava dúbio. Em seguida, parabenizou a bravura do SINTAB  e garantiu que o Sindicato vai continuar na luta por 8,42% que ainda tem pendência com o magistério. Ele garantiu que a luta nesta ação só terá fim quando garantirem o recurso.

Saulo Noronha (SD) agradeceu a todos pela oportunidade de estarem votando o projeto e parabenizou a todos os professores e ao prefeito Bruno Cunha Lima por enviar à CASA um projeto que traz melhorias nos rendimentos da categoria.

Em seguida, o vereador Alexandre Pereira (UNIÃO) também fez destaque ao projeto de sua autoria, nº 37, que institui a data de 25 de maio, em referência ao nascimento de Hilton Motta, como Dia Municipal do Rádio em Campina Grande. Além disso, o vereador registrou que hoje seria comemorado 100 anos de vida de um grande jornalista, comunicador e empreendedor, caso ele estivesse vivo. O vereador também fez menção a fundação da Rádio Campina FM e Serra Branca FM, além da participação de programas da Rádio Caturité e Borborema.  “Essa é uma homenagem para quem faz história na cidade e no estado da Paraíba”, concluiu.

Concluindo os destaques, Saulo Noronha (SD) citou o seu projeto de nº 01, que declara de utilidade pública municipal a IEADCG/COMEAD-CGPB Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande-PB. Ele informou que a igreja comemorou 100 anos de existência em Campina e na Paraíba e agradeceu aos colegas que votaram favoráveis.

Publicação no Semanário Municipal

Anderson Almeida (PSB) citou a surpresa do que foi publicado no Semanário de Campina Grande, com relação a Lei Orçamentária do Município, informando que artigos que foram suprimidos na Casa Legislativa, estavam na publicação.

“Se o prefeito acredita que o legislativo não serve e pode fazer lei da forma como quiser, ele encontrará os vereadores que sabem respeitar o poder legislativo”, frisou.

Pimentel Filho (PSB) disse que ele pode publicar, mas com a descrição de VETO, para que não passe informação incorreta para a população.

Luciano Breno (PP) informou que entrará em contato com a Procuradoria do Município para ter informações do ocorrido, pois acredita que o que faltou foi apenas a nomenclatura do veto do Prefeito e da emenda que foi suprimida.

Marinaldo Cardoso (Republicanos), enquanto mesa diretora, disse estar tomando conhecimento do fato neste momento e que qualquer fala seria precipitada. Ele disse que estará buscando informações para emitir um posicionamento.

Nesta quinta-feira (8), a 3ª sessão ordinária da 4ª sessão legislativa, inicialmente foi presidida por Fabiana Gomes (PSB) em seguida por Marinaldo Cardoso (Republicanos) e secretariada por Rostand Paraíba (PP), Renan Maracajá (Republicanos) e Fabiana Gomes.

Durante os trabalhos os vereadores aprovaram por unanimidade, 22 projetos de Lei, sendo um do Poder Executivo, e três requerimentos.

O presidente Marinaldo encerrou os trabalhos convidando os vereadores para a abertura do Encontro da Consciência Cristã, na noite desta quinta-feira (8), no Parque do Povo e para os demais eventos que integram a programação do Carnaval da Paz de Campina Grande.

DIVICOM/CMCG

Foto: Josenildo Costa



Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo