Volta às aulas: vacina é a maneira mais eficiente de evitar a transmissão de meningite

Pais devem redobrar a atenção com a imunização dos adolescentes, pois eles estão entre os principais transmissores da doença e podem contaminar crianças menores e professores

As férias escolares estão chegando ao fim e, com a volta às aulas, os pais devem redobrar a atenção para evitar o contágio por doenças graves que podem ser transmitidas na escola. A meningite, infecção  grave que inflama as meninges e pode ser adquirida por pessoas de qualquer idade, é uma delas.

Segundo especialistas, os adolescentes estão entre os principais transmissores da meningite e, por isso, o Ministério da Saúde recomenda que eles sejam vacinados1. Dessa forma, além dos próprios jovens ficarem protegidos, o benefício é estendido às pessoas com quem eles convivem dentro e fora da escola, como colegas, professores e crianças menores. Esse efeito é conhecido como “proteção de rebanho”2.

A forma mais efetiva de proteção contra a meningite bacteriana é a vacinação3. Embora a idade de maior risco corresponda à faixa etária abaixo de 1 ano, também há pico de incidência durante a adolescência com significativo risco de mortalidade4. A bactéria Neisseria meningitidis causa meningite dos tipos A, B, C, Y e W, entre outros menos comuns. No Brasil, o tipo C continua sendo identificado com maior frequência (75% dos casos) e apresenta evolução rápida e grave5.

No SUS é possível vacinar gratuitamente crianças aos 3 e 5 meses de idade, com reforço aos 12 meses, contra o tipo C, podendo ser aplicada até os 4 anos e reforçada na adolescência, dos 11 aos 14 anos5. Na rede privada é possível encontrar a vacina contra o tipo B, indicada a partir dos dois meses, assim como contra os tipos A, C, W e Y.

Especificamente na escola, considerando o ambiente fechado das salas de aula, o potencial de infecção é maior, e o mesmo ocorre por meio das vias respiratórias através de gotículas e secreções do nariz e da garganta.

Apesar da gravidade da meningite bacteriana, a cura pode ocorrer, mas é necessária assistência médica urgente. Um ponto importante é que, mesmo curada, a pessoa afetada pode sofrer sequelas para toda a vida, como surdez, crises de epilepsia, danos cerebrais, amputação de membros, dificuldade de aprendizagem e problemas comportamentais6.

Fora da escola, o comportamento e o estilo de vida de muitos adolescentes também aumentam o risco de transmissão da meningite bacteriana e tem relação tanto com o fato de morarem em repúblicas ou dormitórios, quanto com o hábito de frequentarem festas em ambientes fechados onde fluidos das vias aéreas podem atingir outras pessoas (tosse, espirro, beijo)7-8.

Em 2018, o Brasil registrou 15.364 casos de meningite, dos quais 1.272 vieram a óbito, segundo o Ministério da Saúde9.

O que você acha de entrevistar um especialista para abordar o tema?

1 – https://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/rr6202a1.htm

2 – http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/marco/13/Campanha-HPV-2018.pdf

3 – https://www.cdc.gov/meningitis/bacterial.html

4 – https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/publicacoes/Folheto_Meningite_Fasciculo1_111115.pdf

5 – http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/marco/13/Campanha-HPV-2018.pdf

6 – http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/meningites

7 – https://www.cdc.gov/meningococcal/

8 –https://www.cdc.gov/meningococcal/about/causes-transmission.html

9 – http://www.saude.gov.br/images/pdf/2019/abril/25/tabela-dados-2010-2018-site.pdf 

Ketchum

Fernanda Tintori – (11) 5090-8900 – r 8815 / fernanda.tintori@ketchum.com.br

Larissa Yoshio – (11) 5090-8900 – r 8406 / larissa.yoshio@ketchum.com.br

Aline Veríssimo – (11) 5090-8900 – r 8437/ aline.verissimo@ketchum.com.br

Sobre a Sanofi 

A Sanofi se dedica a apoiar as pessoas ao longo de seus desafios de saúde. Somos uma companhia biofarmacêutica global com foco em saúde humana. Prevenimos doenças por meio de nossas vacinas e proporcionamos tratamentos inovadores para combater dor e aliviar sofrimento. Nós estamos ao lado dos poucos que convivem com doenças raras e dos milhões que lidam com doenças crônicas. Com mais de 100 mil pessoas em 100 países, a Sanofi está transformando inovação científica em soluções de cuidados com a saúde em todo o mundo. Sanofi, Empowering Life, uma aliada na jornada de saúde das pessoas.

Fernanda Tintori

+55 11 5090 8900 R: 8815

Comments are closed.