Ludgério participa de sessão remota e pede atenção no isolamento social e demais cuidados preventivos

A Assembleia Legislativa da Paraíba promoveu nesta quarta-feira, 15, a mais uma sessão extraordinária remota da Casa em virtude da pandemia do novo (Covid-19). Segundo o deputado Manoel Ludgério a iniciativa de reunir os parlamentares em ambiente virtual vai de orientações da saúde e medidas adotadas por autoridades de vários seguimentos para a defesa do cidadão quando aos isolamento social a fim de conter a proliferação do coronavírus.

Segundo Ludgério, a sessão remota, nesta quarta-feira (15), teve projetos emergenciais como o projeto de lei 1.581/2020, de autoria do deputado estadual Wilson Filho (PTB), que autoriza o uso do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza no Estado da Paraíba (Funcep-PB) para combater epidemias no Estado. O PL altera o artigo 1º da Lei nº 7.611/2004, que institui o Funcep-PB, para adequá-la ao momento de pandemia do coronavírus, que está atingindo o Brasil e o mundo.

Outro projeto de lei, que apreciamos e votamos, em caráter de urgência urgentíssima foi o de nº 1.608/20, de autoria do deputado Anísio Maia e Taciano Diniz, dispondo que, em caso de ocorrência de epidemias, devidamente reconhecida pela autoridade competente, as empresas privadas que oferecem serviços essenciais, estabelecidas no Estado da Paraíba, passam a ter obrigações sanitárias e higiênicas perante seus empregados, clientes, usuários e frequentadores.

também votamos, o projeto de lei nº 1.616/2020, da deputada Cida Ramos, determinando que todas as informações oficiais, veiculadas em campanhas do Governo do Estado nos meios de comunicação, sejam acessíveis às pessoas com deficiência, observando os recursos de linguagem em braile, libras, áudio-descrição e legendas.

Por fim, espero na fé de Deus e nos estudos da ciência que seja controlada essa pandemia e a vida de todos volte a normalidade, pedindo a todos que cumpra aquilo que as autoridades médicas pedem, proteção com mascaras, distanciamento, lavagem das mãos e evitar ao máximo sair do isolamento social, alem de proteger, na família aqueles que se enquadram no grupo de risco, disse Ludgério.

Redação/Ascom

Load More Related Articles
Load More By edsolza
Load More In Política
Comments are closed.