Unidade Básica de Saúde é inaugurada dentro da UEPB

O modelo de gestão é pioneiro na Paraíba. Pela primeira vez, uma Unidade Básica de Saúde é administrada por duas instituições públicas. A Prefeitura de Campina Grande inaugurou, junto com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), nesta quarta-feira, 09, a Unidade Básica de Saúde e Clínica Escola Professora Odete Leandro Oliveira, dentro do Departamento de Enfermagem.

A Unidade está funcionando, em fase experimental, desde março deste ano. Nestes seis meses, o serviço já atingiu mais de 3 mil pessoas de áreas que antes eram consideradas descobertas, como a Vila dos Teimosos, o bairro Novo Bodocongó, Conjunto João Paulo II e o Condomínio Santa Tereza.

“Esse é um modelo inovador e que serve de exemplo para outras cidades e estados. Estamos abrindo um serviço para a comunidade somando o engajamento e o conhecimento da prefeitura com as potencialidades e empenho da universidade. O resultado é maravilhoso”, avaliou a secretária de Saúde de Campina Grande, Luzia Pinto.

“Estudantes de enfermagem e outras áreas também poderão aprender aqui mais de perto, dentro de uma Unidade Básica de Saúde, na própria universidade, dentro do campus de enfermagem, de psicologia, de assistência social, de fisioterapia, de farmácia. E nós temos aqui, na unidade, um trabalho do curso de farmácia, fazendo a manipulação dos medicamentos. Então é algo que potencializa a ideia de Unidade Básica de Saúde da Família, nos dá campo de estágio e essa ideia de unidade, entre duas instituições e usando recursos públicos, otimiza de forma fenomenal o serviço para a população”, disse o reitor da UEPB, Rangel Júnior.

A equipe tem médico, enfermeira, técnico de enfermagem, técnico em farmácia, assistente social, recepcionista e auxiliar de serviços gerais. O médico faz parte do Programa de Residência Médica em Saúde da Família e da Comunidade da Prefeitura Municipal e atende dentro de uma perspectiva humana de escuta ao paciente.

“Nós não trabalhamos com consultas agendadas. É só o paciente chegar e ele será escutado e tentamos dar resolutividade ao caso. A UEPB oferece um laboratório, então temos os resultados dos exames dentro da mesma semana e isso é uma das virtudes da parceria, porque junta a assistência e os serviços da prefeitura com os conhecimentos acadêmicos e os serviços da universidade”, disse o médico Gabriel Vasconcelos.

Com mais essa unidade, Campina Grande chega a 108 Equipes de Estratégia de Saúde da Família, distribuídas em 81 unidades de saúde. Em 2013, no início da gestão municipal, a cidade tinha 87 equipes e 72 unidades. Até o fim de 2020 devem ser inauguradas ainda mais quatro unidades, sendo duas no Complexo Habitacional Aluízio Campos, uma no Conjunto Major Veneziano e outra na comunidade Jardins, cada uma com capacidade para duas equipes.

Codecom PMCG

Comments are closed.