Sistema Eletrônico de Execução Unificado melhora acompanhamento processual na JFPB

Implantando há um ano e meio na Justiça Federal na Paraíba (JFPB), o Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), ferramenta do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tem melhorado, cada vez mais, o acompanhamento processual realizado no órgão. O ganho de tempo foi um dos principais diferenciais obtidos com o funcionamento do Sistema, que indica, por exemplo, a quantidade de pena que falta ser cumprida ou a previsão de data para o processo ser analisado. Algumas movimentações processuais ocorrem de forma automática.

“O Sistema foi criado pelo CNJ com objetivo de unificar as Execuções Penais em todo o Brasil, tornando a tramitação mais célere, eficiente e padronizada, pois concentra todas as execuções em uma só plataforma, facilitando o acompanhamento do cumprimento das penas e da obtenção de progressões de regime, por exemplo.”, disse o diretor da 12ª Vara Federal (Guarabira), Antônio Neto, um dos servidores treinados pelo CNJ para atuar com o funcionamento do SEEU na JFPB.

Ainda de acordo com o servidor, “evita-se, com o Sistema, que exista mais de um processo de execução contra a mesma pessoa, em mais de uma localidade, já que só pode existir uma única execução penal distribuída em todo o Brasil. Caso essa pessoa sofra nova condenação, não será aberta uma nova execução, mas ela será juntada à que já existe”.

Outro ponto positivo destacado é que com o Sistema não é mais necessário enviar cartas precatórias para fiscalização de penas, mas apenas enviar o processo eletronicamente para a Vara Penal do lugar onde reside a pessoa que irá cumprir a pena.

O SEEU foi instituído pela Resolução CNJ nº 223/2016 (revogada pela Resolução CNJ nº 280, de 9/4/2019) e teve início na JFPB com o Ato nº 208/2019 da Presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), que estabeleceu que, até o dia 30/6/2019, todos os processos de Execução Penal existentes deveriam tramitar exclusivamente no Sistema, forma como ocorre atualmente.

Assessoria de Comunicação

Load More Related Articles
Load More By Ionete Ramos
Load More In Paraíba
Comments are closed.